Salário mínimo Estados Unidos: tudo que você precisa saber

2 min de leitura

eduardo Especialista em SEO e produção de conteúdo, já atuei em diversas empresas de renome no Brasil e exterior. Com vasta experiência em temáticas financeiras, gosto de ajudar as pessoas a tomarem melhores decisões com seu dinheiro!
bandeira dos estados unidos

O estilo de vida norte-americano, tão perpetuado em filmes e séries, pode ser o seu sonho de consumo. E para transformar esse desejo em realidade, você precisa se programar e pesquisar bastante.

Por isso, separamos para você várias informações a respeito das despesas básicas, do pagamento pelo trabalho e da aposentadoria americana. Confira no nosso artigo!

Qual o salário mínimo nos EUA em 2022?

A forma de pagamento pelo trabalho nos Estados Unidos é diferente do Brasil. Nos EUA, o valor pago é tabelado por hora. Além disso, o piso salarial é livre para ser estipulado por cada estado.

O salário mínimo dos Estados Unidos também varia de acordo com a demanda de mão de obra, as vagas disponíveis e a valorização profissional em cada local.

Dessa forma, para saber qual é o salário médio de um americano, você precisa analisar qual a área de atuação dele, em qual estado ele vive e quantas horas ele trabalha por mês.

Mas, no geral, o valor médio pago por hora trabalhada nos EUA é de U$7,25. Esse número foi estipulado há mais de dez anos e vigora até hoje. Há um projeto para que o pagamento suba para U$15 a hora, mas que ainda não foi aprovado.

Fazendo a conversão do dólar para o real, o valor pela hora de trabalho nos EUA é de R$39,875, com o dólar a R$5,50 hoje. Assim, um trabalho de 40 horas semanais, por exemplo, gera R$1.595, ou U$290, por semana.

Qual o custo de vida básico nos Estados Unidos?

Se você está interessado em se mudar, além de saber o valor do salário mínimo nos Estados Unidos, é indispensável pesquisar sobre o custo de vida.

Basicamente, as despesas variam entre moradia, alimentação, transporte, saúde, lazer e educação e podem ser mais altas ou mais baixas dependendo do bairro, da cidade ou do estado escolhido.

Em Nova Iorque, por exemplo, o valor do aluguel é o mais alto dos Estados Unidos. A cidade é um dos maiores centros urbanos do mundo e reúne cultura, arte, trabalho, comércio e lazer em um só lugar. Por isso, o metro quadrado é caro.

A localização conta para a variação do preço do aluguel e também para o valor da refeição que, no geral, é mais cara. Mas outras contas, como internet, luz, água e gás, têm valores fixos. E o transporte público tem uma tarifa única de U$2,75.

Já em Huston, no Texas, o custo de vida é um pouco mais baixo. O aluguel é mais em conta do que em outros grandes centros, o transporte cobra uma tarifa de U$1,25 e as refeições são variadas e com preços acessíveis.

Por isso, você deve avaliar a localização antes de decidir para qual cidade vai se mudar e, também, analisar o valor pago pela hora de trabalho no local. Assim, você vai poder fazer as contas com clareza e decidir se, realmente, compensa.

Como é a aposentadoria nos Estados Unidos?

Se você se interessou pelo salário mínimo dos Estados Unidos, pesquisou sobre o melhor local para morar por lá e decidiu que vai trabalhar na América do Norte, também pode querer mais informações sobre aposentadoria, não é mesmo?

Por isso, te adiantamos que o Brasil e os Estados Unidos têm um Acordo Internacional de Previdência, em que você pode somar o tempo de contribuição realizado em terras brasileiras para conseguir uma aposentadoria norte-americana.

Mas esse acordo só engloba as aposentadorias por idade, pensão por morte e aposentadoria por invalidez. E, claro, só vale para brasileiros com registro legal nos Estados Unidos.

A aposentadoria por idade nos EUA exige mínimo de 67 anos de idade + 10 anos de contribuição e é válida para homens e mulheres. Há também a possibilidade de se aposentar com 62 anos de idade, mas há redução do valor do benefício.

E, aí, já está com as malas prontas para a terra do Tio Sam? Se você gostou das nossas informações, compartilhe com os amigos e familiares! E continue lendo nossos artigos para mais dicas sobre viagens e transações internacionais.

eduardo Especialista em SEO e produção de conteúdo, já atuei em diversas empresas de renome no Brasil e exterior. Com vasta experiência em temáticas financeiras, gosto de ajudar as pessoas a tomarem melhores decisões com seu dinheiro!