Quanto ganha um youtuber e como ele recebe o dinheiro?

4 min de leitura

youtuber

Você sabe quanto ganha um youtuber? Influenciar pessoas pode dar um retorno financeiro interessante para quem tem essa habilidade. Exercer este dom na internet tem nome e se tornou uma profissão que está em alta e pode ser muito promissora: digital influencers. E, neste contexto, o YouTube se tornou um dos principais canais de monetização para quem decide mergulhar de cabeça nessa carreira.

Se você tem desenvoltura, consegue falar diretamente com várias pessoas de algum segmento específico e dita tendências, certamente tem o perfil ideal para ser digital influencer. E não só apenas ter um canal no Youtube, outras redes como Instagram, Twitch, TikTok e Facebook estão repletas de oportunidades.

Não existe uma receita pronta de como se tornar um youtuber de sucesso. Mas alguns pontos são essenciais, como conteúdos interessantes e atrativos, autenticidade e carisma. Além disso, investimento de tempo e provavelmente de dinheiro são necessários. Mas acredite, vale a pena investir nessa carreira.

No artigo vamos explicar as possibilidades de monetização do YouTube e como é feito o cálculo de pagamento. Entenda como iniciar nessa jornada e receber um bom dinheiro com os seus conteúdos. Continue a leitura!

Como ganhar dinheiro com o Youtube?

É muito fácil abrir um canal no YouTube e postar vídeos. Se você é usuário ativo da internet e de redes sociais, provavelmente em algum momento já subiu algum vídeo para um canal, público ou privado. Porém, fazer dinheiro com a plataforma é um pouco mais complicado. 

Para ganhar dinheiro com o YouTube é preciso atender a alguns requisitos mínimos e exigências técnicas para receber o valor pago pela plataforma. A monetização é feita através de duas formas, Programa de Parcerias e Fundo de Recompensa. 

Programa de Parcerias do YouTube

É uma espécie de contrato entre o produtor de conteúdo e a plataforma. É necessário cumprir alguns requisitos para se qualificar e fazer parte do programa. São eles:

  • Seguir todas as Políticas de Monetização de Canais do YouTube, que são um conjunto de diretrizes a serem cumpridas para gerar receita na plataforma. 
  • É necessário morar em um país ou região onde o programa está disponível. Todo o território Brasileiro está incluído. 
  • O canal não pode ter nenhum aviso de descumprimento das diretrizes da comunidade ativos. 
  • É necessário pelo menos 4 mil horas de exibição públicas, válidas, nos últimos 12 meses. Ter pelo menos 5 mil inscritos no canal.
  • Ter uma conta AdSense devidamente cadastrada no canal.
  • Ter mais de 18 anos.

Após se inscrever no programa, o YouTube vai analisar vários aspectos do seu canal e dos seus vídeos publicados. Caso encontrem alguma violação das regras ou vídeos com muitos dislikes e comentários negativos, a plataforma poderá recusar o seu pedido.

Se o seu pedido for aceito, é hora de monetizar! Você pode ganhar dinheiro através das seguintes formas: 

  • Publicidade: através dos anúncios
  • Clube dos canais: em troca de benefícios especiais, os membros do canal pagam um valor mensal
  • Estante de produtos: os assinantes podem comprar produtos da sua marca divulgados nos vídeos e no canal
  • Super Chat e Super Stickers: é o pagamento das mensagens que aparecem em destaque no chat e nas transmissões ao vivo
  • YouTube Premium: se um usuário do YouTube Premium assiste o seu conteúdo, você recebe uma parte do valor taxa da assinatura

Fundo de Recompensa

É uma iniciativa para recompensar criadores de conteúdo para o YouTube Shorts, vídeos curtos, criativos e originais, feitos para os usuários da plataforma. Atualmente, o Youtube distribui US$ 100 milhões entre os produtores, como uma espécie de bônus para recompensar a dedicação na criação destes materiais.

Neste caso, não é preciso estar no Programa de Parcerias do YouTube. Porém, uma conta do AdSense é necessária para receber o dinheiro.

Afinal, quanto ganha um youtuber?

O YouTube não divulga valores nem percentuais dos criadores de conteúdos, e os próprios youtubers também não costumam falar. Mas sabemos que este valor depende de várias métricas, como visualizações, números de assinantes, cliques nos anúncios e outras.

O Youtube divulgou a lista dos maiores canais em 2021. São eles, em número de assinantes:

  1. T-Series: 202 milhões
  2. YouTube Movies: 145 milhões
  3. Cocomelon – Nursery Rhymes: 124 milhões
  4. SET India: 122 milhões
  5. YouTube Music: 115 milhões
  6. PewDiePie: 111 milhões
  7. YouTube Gaming: 91,3 milhões
  8. Kids Diana Show: 86,4 milhões
  9. MrBeast: 86 milhões
  10. WWE: 84,3 milhões

Temos também a lista dos maiores canais brasileiros. São eles:

  1. Canal KondZilla: 65,4 milhões
  2. Felipe Neto: 43,7 milhões
  3. Whindersson Nunes: 43,6 milhões
  4. Você Sabia?: 42,3 milhões
  5. LUCCAS NETO: 36,8 milhões
  6. GR6 Explode: 36,8 milhões
  7. Maria Clara & JP: 31 milhões
  8. Rezendeevil: 29.5 milhões
  9. Galinha Pintadinha: 29.3 milhões
  10. Renato Garcia: 24.6 milhões

Alguns sites, como o Social Blade, fazem estimativas dos ganhos de alguns canais. Mas vale ressaltar que não são números reais, são uma média que sofrem variações a todo momento. Segundo a plataforma, o T-Series, por exemplo, recebe algo entre US$ 610 mil e US$ 9,8 milhões mensalmente. No Brasil, o Lucas Netto deve receber algo em torno de US$ 59,2 mil e US$ 947,1 mil.

Como o YouTube calcula o pagamento?

O pagamento varia de acordo com a forma de monetização adotada. Para anúncios, quem participa do Programa de Parceria pode receber o chamado “Custo por Mil” (CPM), algo entre USD 0,25 e USD 4 a cada mil visualizações de um único anúncio (varia de acordo com o tempo assistido e se clicou no anúncio).

Nos clubes dos canais, há um preço fixo de R$ 7,99 mensal, de cada assinante. O YouTube fica com 30%, ou seja, R$ 2,39. O restante é do administrador do canal. No Super Chat e no Super Stickers a lógica é a mesma. Então, se um espectador doar R$ 100 para um canal durante uma transmissão ao vivo, o YouTube leva R$ 30 daquele valor total.

Uma  mudança no cálculo de impostos causou polêmica entre os criadores de conteúdo em 2022. O Youtube anunciou que a partir do dia 01 de abril, todo o lucro dos anúncios com empresas brasileiras terá um desconto de 14% antes do repasse aos donos dos canais. 

Até o momento da mudança, se um canal gerasse R$ 100 de lucro nestes anúncios, 55% ficava para o dono do canal e 45% era descontado de taxas do YouTube. Então, o Youtube retirava os 14% do lucro destinado aos criadores para cobrir o pagamento de impostos, como manda a legislação brasileira. Agora, esses 14% serão descontados antes da divisão de lucros, o que impacta consideravelmente os rendimentos dos criadores de conteúdo.

Como é feito o pagamento? 

Os pagamentos são feitos via AdSense, em dólar. Para receber os valores da plataforma no Brasil através dos bancos, é necessário acessar o app ou ir a uma agência e pedir uma ordem de pagamento. Esta não é uma opção muito vantajosa, pois apresenta um custo alto. Além de pagar taxas administrativas, há também a cobrança de tarifas adicionais. 

Plataformas digitais, como a Husky, não costumam cobrar tarifas abusivas. Nada de burocracia e dor de cabeça na hora de receber o seu dinheiro, com a solução inovadora da Husky o processo é simples, rápido e seguro. Além disso, conta com as melhores taxas do mercado. Nada de letras miúdas com a gente!

Agora que você já sabe quanto ganha um YouTuber, que tal investir nessa carreira tão promissora e colocar os seus vídeos no ar? Mostre ao mundo o seu talento e a sua habilidade em influenciar pessoas. E, como consequência, mantenha a sua conta bancária recheada com o resultado desse trabalho.

Youtubers, digital influencers e gamers utilizam a Husky para receber seus pagamentos. Conheça a plataforma e receba seu dinheiro sem burocracias e com segurança!

Photo created by natanaelginting