Invoice: o que é e para que serve?

3 min de leitura

Invoice

Você sabe o que é Invoice? Quem presta serviços ou vende produtos para empresas ou pessoas fora do Brasil certamente já esbarrou com a palavra em vários momentos. 

Invoice é um termo muito utilizado, que permeia o universo do mercado de pagamentos internacionais, e a sua função é muito importante para fazer transações financeiras de forma segura, de acordo com a legislação.

Se você tem um CNPJ e quer atender pessoas físicas ou jurídicas em outros países, é essencial entender o significado de Invoice e em quais contextos ela se aplica. Afinal, ninguém quer ter problemas com a Receita Federal ou, pior, responder a uma acusação de crime de sonegação fiscal, não é mesmo?

Continue a leitura do artigo e aprenda exatamente onde e quando você vai precisar da Invoice. Saiba mais!

O que é Invoice?

Invoice Internacional, Commercial Invoice ou simplesmente Invoice é um termo da língua inglesa que representa uma fatura emitida em caso de prestação de serviços ou venda de produtos entre uma empresa e clientes no exterior. É um documento semelhante à tradicional nota fiscal, porém neste caso gerada para as operações de importação ou exportação. 

As notas fiscais como a NFS-e, NFC-e e a NF-e tem cada uma o seu objetivo e função, e a emissão delas garante que as leis que envolvem as relações de consumo e de tributos sejam cumpridas por ambos os lados da transação. Por isso o Invoice e a nota fiscal são tão parecidos, são documentos que asseguram a legitimidade das respectivas transações.

Segundo dados oficiais do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, em 2021 o Brasil exportou US$ 280.814.577.460 FOB (sigla de Free on Board, ou seja, nas vendas de produtos o exportador é responsável pela mercadoria apenas até o momento que ela entra no meio de transporte). É muito dinheiro! Imagina o caos que seria se não tivesse nenhum documento para garantir a segurança dessas transações financeiras?

Para o que a Invoice serve?

Como dissemos, quando há uma relação de comércio internacional (importação ou exportação de produtos e/ou serviços) é necessário faturar os serviços prestados/contratados e os produtos comprados/vendidos. Essa fatura é a Invoice, fornecida por quem presta o serviço ou vende o produto. 

O documento é sempre emitido na língua do país de origem, ou seja, para brasileiros as informações da Invoice serão em português ou em algum dos idiomas oficiais do Acordo Geral sobre Tarifas e Comércio. É preciso constar:

  • A data de emissão
  • O número do documento
  • O nome e endereço completo do vendedor/prestador
  • O nome e endereço completo do comprador/contratante
  • A descrição completa da mercadoria ou do serviço prestado, incluindo a Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM)
  • O tipo de transporte dos produtos comercializados
  • O local de embarque e de desembarque, no caso de produtos
  • O preço unitário, moeda e valor total
  • O peso bruto, peso líquido e quantidade dos produtos
  • A maneira e o canal de pagamento;
  • As condições e termos de vendas (Incoterms – International Commercial Terms)
  • A assinatura de quem emitiu a Invoice

Vale ressaltar que cada região tem um processo de emissão diferente. Se informe junto à prefeitura da sua cidade como funciona ou converse com um contador de confiança para tirar todas as dúvidas.

Entenda a obrigatoriedade da emissão

Não são todos os casos que exigem a emissão de uma Invoice. Mas de qualquer forma, é sempre recomendado gerar este documento, afinal é um comprovante oficial das transações realizadas. Entenda as diferenças.

Invoice obrigatório

Quando o valor da operação de importação ou exportação for acima de USD 3000 (ou o equivalente em qualquer outra moeda), a Invoice é obrigatória. Nesse caso, de acordo com a legislação, o documento vai registrar e validar oficialmente a transação comercial.

Invoice recomendado

Em caso de transações com valor abaixo de USD 3000 (ou o mesmo valor em outra moeda), a emissão é dispensada. Porém, é altamente recomendado ter a Invoice mesmo assim, como forma de indicar e comprovar a natureza da operação e origem desse dinheiro. 

Assim, é possível evitar problemas fiscais e tributários com os órgãos fiscalizadores. É uma forma segura para prevenir problemas e evitar transtornos que podem atrapalhar a sua remuneração e causar muita dor de cabeça.

Saiba como criar uma Invoice

Uma Invoice pode ser criada a partir de um modelo pronto ou criada pela própria empresa. A Husky disponibiliza uma ferramenta gratuita para a emissão do documento, é muito simples e intuitiva. Em poucos minutos a Invoice é criada.

O pagamento de uma Invoice é feito através de uma remessa internacional. A transação pode ser feita em bancos tradicionais ou em plataformas especializadas, como a Husky. Se você quer receber o seu dinheiro sem burocracias, transtornos e sem letras miúdas escondidas, a Husky é a ideal. É simples, segura e com as melhores taxas do mercado, vale a pena conhecer.

Falando em taxas, por ser uma transação financeira, o pagamento da Invoice tem cobrança de IOF. E, dependendo da operação, pode ter Imposto de Renda. Converse sobre isso com o seu contador, ele certamente é um dos profissionais mais qualificados para explicar bem como funciona a tributação no país. Se organize e fuja de surpresas inesperadas no seu bolso!

No artigo você pôde entender detalhes sobre o que é e como funciona a Invoice. Conhecer estas etapas e os documentos necessários ajuda você a se preparar para uma carreira internacional de sucesso, cumprindo a legislação e com o dinheiro caindo na sua conta de forma descomplicada e sem dor de cabeça. O mundo está de olho nos profissionais brasileiros, não perca esta chance.

Siga as redes sociais da Husky! Fique por dentro das novidades e outras ferramentas que facilitam a sua vida na hora de receber pagamentos internacionais. Estamos no Instagram, Facebook, Twitter e LinkedIn.

Photo by Aneta Pawlik on Unsplash

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.