Como investir em imóveis nos Estados Unidos?

4 min de leitura

eduardo Especialista em SEO e produção de conteúdo, já atuei em diversas empresas de renome no Brasil e exterior. Com vasta experiência em temáticas financeiras, gosto de ajudar as pessoas a tomarem melhores decisões com seu dinheiro!
como investir em imoveis nos eua

A nova onda dos brasileiros é investir em imóveis nos Estados Unidos. Somente entre abril de 2021 e março de 2022, foi investido um total de 1,6 bilhão de dólares nesse segmento de mercado americano. A tendência é aumentar.

O dado é da National American Realtor (NAR). O levantamento feito também indica que o Brasil é o 5° maior emissor de clientes internacionais no setor de real estate americano. Por que isso vem acontecendo? A resposta passa por estabilidade da economia e consolidação de patrimônio.

Por isso, é bem provável que você queira saber como investir no mercado imobiliário americano. Se esse é o seu caso, aproveite e entenda mais sobre o assunto neste post. Aqui, também abordaremos sobre os fundos imobiliários. Então, que tal saber mais?

Como investir no mercado imobiliário americano?

Investir em imóveis nos Estados Unidos é uma boa alternativa para diversificar a sua carteira de ativos. Para isso, é preciso ter uma estratégia bem estruturada para encontrar a propriedade certa para o seu perfil.

A seguir, apresentamos as principais dicas para investir no mercado imobiliário americano. Veja quais são elas.

Defina a sua estratégia de investimento

Existem duas alternativas. Uma delas é a fix e flip. Nesse caso, compra imóveis subvalorizados e os transforma para vendê-los com lucro. No entanto, é indicado ter experiência nessa área.

A outra é comprar e manter. Essa é a melhor opção para alugar uma propriedade em boas condições e ter um fluxo de caixa mensal. Sendo proprietário, você é responsável pelo seguro residencial, pelos impostos e pela manutenção da casa.

Faça transferências internacionais sem burocracia

Crie sua conta na Husky e receba ou envie dinheiro para o exterior em um dia útil!

Criar conta agora
+ 1 bilhão de reais já foram
movimentados em nossa plataforma

Tenha o dinheiro necessário

Na maioria das vezes, você precisa apresentar um valor de entrada entre 20% e 30% do imóvel para investir em um imóvel nos EUA. O foco deve ser dar essa entrada e encarar o imóvel como investimento. Assim, você recebe os valores dos aluguéis e consegue pagar o empréstimo realizado.

Encontre a propriedade certa

Como você está no Brasil e a propriedade se localiza nos Estados Unidos, é normal pesquisar pela internet. Porém, é preciso ir além. Busque informações sobre os bairros, visite-os, verifique o tamanho do mercado de aluguel e as finanças do imóvel.

Aqui, é importante lembrar que você pretende ganhar dinheiro com essa operação. Portanto, analise alguns aspectos, como:

  • Área com alta demanda de aluguel;
  • Valores médios elevados, a fim de compensar os custos que terá até quitar o financiamento;
  • Localização, para ter uma ideia se haverá valorização com o passar do tempo.

Para os brasileiros, algumas das cidades preferidas para investir são Orlando, Fort Lauderdale e Miami. Todas ficam na Flórida. O estado do Texas também costuma ser bastante procurado por estrangeiros. Isso porque ambos têm preços mais acessíveis.

Conte com um agente imobiliário

Ter um profissional experiente facilitará a busca do imóvel e os procedimentos burocráticos. Assim, você encontrará uma propriedade que garantirá fluxo de caixa e vai se valorizar ao longo do tempo.

Aqui, vale a pena destacar que o preço dos imóveis nos EUA aumentou 20,6% em março de 2022, quando comparado ao mesmo mês de 2021. Esse foi o maior crescimento do século no mercado imobiliário do país.

Tenha o visto certo

Você precisa regularizar o seu visto para investir em imóveis nos EUA. O mais usado para essa finalidade é o EB-5. Porém, ele exige um capital de, no mínimo, 900 mil dólares. Outra opção é ter 1,8 mil dólares em uma empresa que gere emprego e ajude uma determinada região a se desenvolver no prazo de 2 anos. Porém, esse local deve ser previsto pelo governo americano.

Tenha uma plataforma para fazer transferências internacionais

Para investir em imóveis nos EUA, você precisa enviar dinheiro para o exterior. Para isso, precisa contar com uma plataforma de transferências internacionais com a melhor taxa e sem burocracia. Ainda será necessário ter alguns detalhes em mãos, como os códigos de operação de câmbio.

Transferências internacionais com a melhor taxa e sem burocracia

Criar conta agora
+ 1 bilhão de reais já foram
movimentados em nossa plataforma

Tem fundos imobiliários nos Estados Unidos?

Você também pode investir no mercado imobiliário americano de forma indireta. Os fundos de investimentos do setor são boas alternativas. Além disso, existem várias formas de aplicar seu dinheiro com esse objetivo.

Então, sim, tem fundos imobiliários nos Estados Unidos. Eles são chamados de Real Estate Investment Trusts (REITs) e são parecidos com os FIIs brasileiros. Porém, os dividendos pagos são em dólar.

De acordo com a National Association of Real Estate Investment Trusts, o mercado de REITs chega a 1,2 trilhão de dólares. Para adquirir a sua cota, é preciso ter uma conta em uma corretora de valores estrangeira. Então, você pode fazer a compra por meio do home broker da instituição financeira.

Quanto rende um fundo imobiliário nos EUA?

É impossível determinar quanto rende um fundo imobiliário nos EUA ou qualquer outro investimento. No entanto, a rentabilidade histórica dos REITs é superior à das ações americanas. Ela atingiu a média de 10% ao ano desde 2000. Portanto, possíveis perdas pontuais foram compensadas no longo prazo.

Por que investir em imóveis nos Estados Unidos?

Agora, se você realmente quer investir em imóveis nos EUA, saiba que existem vários motivos para tomar essa decisão. As principais são as seguintes:

  • Existência de financiamento para estrangeiros, com condições e taxas de juros diferenciadas;
  • Taxas de juros competitivas, mesmo para estrangeiros. Elas são mais altas do que as aplicadas para cidadãos americanos. Ainda assim, tendem a ficar abaixo das praticadas no Brasil;
  • Potencial de valorização, como já demonstramos pelos dados acima;
  • Benefício fiscal, já que os rendimentos dos aluguéis são taxados pelo lucro, em vez de ser pela receita bruta. Além disso, qualquer desvalorização é encarada como despesa fiscal. Por isso, a tributação nos ganhos com aluguel é pequena;
  • Proteção ao patrimônio. Afinal, sempre que você investe em dólar está fazendo hedge. Isso porque a moeda é mais forte do que o real. No longo prazo, essa característica tende a trazer uma boa rentabilidade;
  • Boas características do país, como segurança e alto nível educacional. Tudo isso faz os brasileiros serem atraídos para os EUA.

Portanto, existem vários fatores que contribuem para o ato de investir em imóveis nos Estados. Resta saber se você já se preparou ou se prefere aplicar seu dinheiro em algo mais tecnológico, como a compra de terrenos no metaverso.

Então, que tal se aprofundar no assunto e ver como enviar dinheiro ao exterior? Entenda o que é e como funciona a remessa internacional.

Transferências internacionais com a melhor taxa

Receba ou envie dinheiro pela Husky na cotação do câmbio comercial. Sem letras miúdas.

Criar conta agora
+ 1 bilhão de reais já foram
movimentados em nossa plataforma
eduardo Especialista em SEO e produção de conteúdo, já atuei em diversas empresas de renome no Brasil e exterior. Com vasta experiência em temáticas financeiras, gosto de ajudar as pessoas a tomarem melhores decisões com seu dinheiro!