Afiliados: saiba o que é e como funciona

4 min de leitura

Afiliados: descubra o que é

Um programa de afiliados pode ajudar sua empresa a escalar as vendas e divulgar produtos, criando novas formas de relacionamento no mercado. Essa é uma estratégia bastante conhecida no universo do Marketing, que não perde a força e se torna, a cada dia, mais popular. Você conhece este conceito e seus benefícios?

Garantir o crescimento do negócio e melhorar a performance de vendas exige inteligência na definição das métricas e posicionamento voltado para a expansão. Em muitos cenários, as empresas precisam de aliados para promover seus produtos, reforçando também a autoridade da marca em determinados nichos.

Gigantes do mercado, como Magazine Luiza, Amazon e eBay se beneficiam com esse sistema e demonstram que é algo que vale a pena ser investido. Afinal, os afiliados ajudam o negócio a crescer e podem ser a peça chave nessa engrenagem em busca de mais lucratividade. Inclusive, podem atuar digitalmente, por meio de links de venda e divulgação em redes sociais. Veja como! 

O que é um programa de afiliados?

Um programa de afiliados é um sistema de parceria que conecta pessoas e empresas ao seu negócio, em troca de vendas ou aquisição de clientes. Nessa dinâmica, os afiliados fazem a divulgação dos seus produtos ou serviços, e a cada conversão realizada, ganham uma comissão. 

Para tê-los como parceiros é importante que você crie uma plataforma ou espaço que forneça a descrição correta dos seus produtos, os links de afiliado, os materiais de divulgação e os valores de cada comissão. Esta estratégia, além de ser bem planejada, também precisa ser segura — garantindo que o afiliado seja remunerado propriamente pela sua função. 

Exercer um olhar atencioso para o universo online é fundamental para o programa. As vendas neste formato são facilitadas pela internet e devem ser entendidas como uma opção lucrativa. Para você ter uma ideia, as vendas online no Brasil atingiram a marca de R$260 bilhões em 2021, ultrapassando as vendas feitas em shoppings centers.

Ou seja, as pessoas estão consumindo mais digitalmente do que fisicamente. Muito disso é o efeito da pandemia, que obrigou as pessoas a ficarem em casa por um longo período. Mas, também demonstra o reflexo de uma nova mentalidade do consumidor e das empresas, que entendem os benefícios e a segurança das compras e vendas pelas plataformas digitais.

Quais são os benefícios de ter um programa?

Antes de esclarecer essa pergunta, é importante reforçar que um programa de afiliados possui uma grande amplitude de setores. A lógica pode ser aplicada para a venda de todo tipo de produto ou serviço, desde que seja algo escalável. 

Um dos pontos mais positivos dessa estratégia é que ela beneficia amplamente os dois lados. O afiliado, além de receber dinheiro por sua atuação, pode estabelecer suas próprias métricas de venda, não precisa se preocupar com logística, nem com um investimento inicial, por exemplo. 

Para quem cria um programa em sua empresa, as vantagens também são diversas, como: 

  • Baixo investimento em um novo canal de vendas;
  • Baixo investimento para a implementação do programa;
  • Reforço na autoridade da marca;
  • Novas parcerias e mais visibilidade para o negócio;
  • Mais lucratividade, etc. 

Com novos parceiros, a visibilidade sobre seus produtos também passa a ser maior. Os afiliados praticamente reforçam a prova social da sua empresa, defendendo a qualidade e a eficiência dos seus produtos. Normalmente, por ser feito através de compartilhamento de links, o programa também ajuda a aumentar a autoridade de tráfego e traz mais autoridade para o seu site, reforçando a sua estratégia de SEO.

Como implementar um programa de afiliados?

Para atuar com afiliados, é importante que você tenha um planejamento claro das ações e faça as definições corretas dos objetivos do negócio. Lembre-se de decidir qual será a margem de comissão oferecida e quais materiais de apoio serão disponibilizados para ajudar o afiliado na conclusão das suas vendas.

Antes de implementar o programa, você também deve avaliar qual modelo é mais vantajoso para você. Normalmente, existem dois tipos no mercado: 

  • o primeiro é feito através da utilização de uma plataforma própria, que envolve uma base de clientes e uma comunidade de pessoas interessadas em revenda;
  • o segundo é feito por meio de pagamento por espaços em plataformas de terceiros (como Lomadee, Hotmart e Rakuten Linkshare), com uma comunidade também terceira. 

Outro aspecto importante é o investimento no engajamento do afiliado. Seja através de reuniões, cursos, bonificações ou webinars: é interessante que a sua empresa mantenha os afiliados engajados com o negócio, sempre reforçando os valores da empresa para que nenhuma mensagem seja transmitida de forma errada ao consumidor final.

Quais são os tipos de remuneração?

Como a divulgação dos produtos é realizada por meio de links, o cálculo para a remuneração dos afiliados pode ser feita das seguintes formas: 

  • CPC: Com o custo por clique, o afiliado recebe determinado valor sempre que um lead (possível cliente) clica no link.
  • CPA: No custo por ação, o afiliado recebe o pagamento quando o lead acessa o link, entra no site e realiza alguma ação. 
  • CPV: Este é o mais comum, já que o pagamento é feio quando o lead acessa o link e conclui a compra. Ou seja, o afiliado recebe pelas vendas realizadas.

Quais são os perfis de afiliados existentes?

Além de fazer parceria com empresas afiliadas, você pode contar com pessoas de perfis diferentes neste tipo de revenda. Normalmente, são pessoas que escrevem e se comunicam bem e que possuem familiaridade com o universo digital.

Dentre os tipos de afiliados existentes, podemos citar: o investidor (que tem especialidade em revenda e estuda o produto com profundidade), o que busca renda extra (e, em alguns casos, é um iniciante no mercado) e o afiliado autoridade (digital influencers ou profissionais de marketing, com forte presença nas redes sociais).

Como você pôde perceber, atuar com afiliados pode ser uma estratégia amplamente vantajosa para o seu negócio. E, para quem deseja ser um afiliado, esta também é uma atuação muito lucrativa. Mas, para ter sucesso, vale fazer um bom planejamento do programa e definir as métricas corretamente. Para isso, revise seus produtos e identifique qual deles poderá ter mais chance de conversão.

E então, gostou do artigo e entendeu o que é um programa de afiliados? A gente espera que este conteúdo tenha sido útil. Para ficar em dia com outros posts como este, siga a Husky nas redes sociais. Estamos no: Instagram, Facebook, Twitter e LinkedIn.

Photo by Mark König on Unsplash

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.